Home
Quem é Emiliano
Mandato
Livros
Imagens
Artigos
Notícias
Boletins
Na Imprensa
Galeria F
Contato

 

Boletim nº 91 - Maio/2005 – (71) 3115 7139/3115 7073 Fax 3115 4093

deputadoemiliano@uol.com.br ou emiliano@alba.ba.gov.br

Se não quiser mais receber favor solicitar exclusão

Se achar importante queira enviá-lo a seus amigos

Clodomir de Morais lança em Salvador seu Dicionário de Reforma Agrária e faz palestra na Faculdade de Filosofia da UFBA Dia 25, 15h, Sala 8, Faculdade de Filosofia

Clodomir Santos de Morais, legendário organizador das Ligas Camponesas nas décadas de 50 e 60, advogado, doutor em Sociologia da Organização pela Universidade de Rostock, Alemanha, estará em Salvador no próximo dia 25 de maio (quarta-feira). Às 15h, faz palestra na Sala 8 da Faculdade de Filosofia da UFBA, em São Lázaro, a convite da Associação dos Professores Universitários da Bahia (APUB). E também apresenta um de seus dez livros: "Dicionário de Reforma Agrária América Latina", cujo prefácio é assinado por outro intelectual de peso, Josué de Castro.

Clodomir de Morais é um baiano que correu mundo. Nasceu em Santa Maria da Vitória, estudou em São Paulo, formou-se em Direito no Recife e foi deputado estadual por Pernambuco. Com o golpe militar, teve seus direitos cassados por 10 anos e amargou, além de dois anos de cadeia, um exílio de 15 anos. Na cadeia, entre 1964 e 1965, escreveu lindos contos, entre eles "O Ladrão da Calça de Casimira", "Mestre Ambrósio", "Pedro Bunda" e "Causos de Sentinela", editados pela Casa da Cultura Antônio Lisboa de Morais, de Santa Maria da Vitória (Ba).

EXILADO, FEZ CARREIRA NA ONU

Como muitos outros refugiados da ditadura militar brasileira, fez carreira global. Foi Conselheiro Regional da ONU para a América Latina em Assuntos da Reforma Agrária e Desenvolvimento Rural; depois conselheiro para as agências OIT, PNUD e FAO das Nações Unidas. Dirigiu projetos de Capacitação em Organização em Honduras, México, Nicarágua e Portugal. Foi professor residente na Universidade de Rostock (Alemanha) e Universidade de Brasília, onde fundou o Instituto de Apoio Técnico aos Países do Terceiro Mundo- IATTERMUND, uma instituição que tem como objetivo gerar emprego e renda. Percorreu como professor conferencista universidades em Berlim (Alemanha), Wisconsin (EUA) e México.

"Dicionário de Reforma Agrária" foi editado pela Editora da Universidade Federal de Rondônia e, naturalmente, se dirige para profissionais e beneficiários de mudanças no campo. Não se trata de um simples exercício de sinonímia, mas do resultado de uma exaustiva investigação de definições conceituais. Originalmente, foi um projeto para o Instituto de Capacitação e Pesquisa em Reforma Agrária, do Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas - FAO/Governo do Chile. Trata-se de um profundo estudo cultural da reforma agrária na América Latina.

LINGUAGEM DA REFORMA AGRÁRIA

Descrever um dicionário é tarefa ingrata. Um jeito simples de conhecer é abrir o livro aleatoriamente. Página 286, por exemplo. Lá está a palavra greve, que no Brasil significa uma forma de luta dos trabalhadores. Mas, na Hispano-América, além de huelga, a paralisação do trabalho, tem ainda huelga de brazos caídos, que é a paralisação de corpo presente na empresa; huelga de paso de tortuga, o trabalho em ritmo lento; huelga econômica, para obter ganhos salariais; huelga general, que abrange todas as categorias; huelga ilegal, à margem da legislação trabalhista; huelga política, para alcançar resultados políticos; huelga total, que abrange os setores primário, secundário e terciário da produção; e, claro, tem o verbo huelguear, tomar parte da paralisação.

Abra novamente ao léu. Na página 235, por exemplo. Você fica sabendo que abajeño é gente que vem do litoral em muitos países da América Latina; que abasto (México) é o lugar onde se abatem os animais; acobal (Brasil) é plantio de bananas; que agüita (Peru) é dinheiro; que água Dios (São Domingos) é a chuva ao amanhecer; que albarda (Cuba, Costa Rica, Guatemala e Honduras) é sela de montaria; que alégron é colheita de cacau no México; que amarco é preguiçoso; e que angu é massa de banana verde na Costa Rica e Panamá. Mas não se engane. O "Dicionário de Reforma Agrária" traz seções inteiras de termos técnicos, jurídicos, agrícolas, florestais e regionais. Uma bela colheita ou, segundo o Dicionário, uma boa apanhadura.

CONTOS DO BRASIL PROFUNDO

O universo dos contos de Clodomir de Morais poderia ser chamado de surreal se a gente não soubesse da realidade da Bacia do Rio Corrente do Oeste Baiano. Particulares mundos de personagens muito comuns. Tem a história de Pedro Bunda, de Zeca Apocalipse, do delegado Rolandão Flores, da finada Sabina Parto-Bom, do velho João-Cego-do-Outro-Lado-Vizim-de-Agnelo. Mas ninguém supera Seo João Muito-Embora. Um dia, João Salustiano foi à Lapa pagar promessa e voltou falando difícil, à moda dos viajantes que vêm da Bahia e de Belo Horizonte. Seu João, tem chovido lá por suas bandas? Tem nada, meu filho, este ano não caiu um pingüim de chuva, muito embora o riacho quase estourou lá em riba. Seo João, Dona Inocência já pariu? Pariu nada, muito embora o velho aqui já esteja com a casa cheia de netos. Mode essa civilidade de falar difícil ficou com o Muito-Embora até hoje. Muitos de seus contos são dedicados ao "ilustre amigo e companheiro de cadeia, professor Paulo Freire, por ter ele aberto os olhos dos analfabetos e esbugalhado os olhos dos ignorantes que já sabiam ler e escrever".

UMA REVOLUÇÃO NO CAMPO

Será também uma ótima oportunidade para se debater os rumos do Programa Nacional de Geração de Emprego e Renda (PRONAGER), resultado do acordo de cooperação técnica firmado entre o Governo Lula e a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO/ONU), com apoio técnico do IATTERMUND - Instituto de Apoio Técnico aos Países do Terceiro Mundo. O programa equivale a uma silenciosa revolução no campo e a mídia quase desconhece.

O eixo central de atuação do PRONAGER é o Método de Capacitação Massiva do professor Clodomir Santos de Morais, que parte das condições reais e das potencialidades dos indivíduos, grupos e da comunidade, para buscar a sua inserção social, principalmente via capacitação organizacional, com geração de ocupações produtivas e rentáveis. A metodologia está estruturada para alcançar populações com baixos níveis de escolaridade, sem qualificação profissional, sendo capaz de, em curto prazo e a baixo custo, trabalhar com um grande número de pessoas. Tem como público-alvo os desempregados, subempregados, pequenos produtores, trabalhadores informais de baixa renda, de pouca qualificação profissional, grupos vulneráveis. Um instrumento para o MST.


Boletins 2002 campanha

Outros Boletins

Boletim 159
Reunião Plenária de Emiliano dia 22 de julho
Boletim 158
Samuel Celestino comenta campanha de Emiliano
Boletim 157
Sargento PM aterroriza em Guaratinga
Boletim 156
Bebês morrem por negligência em Jequié
Boletim 155
Justiça condena jornal da família de ACM
Boletim 154
Muita insegurança na Bahia
Boletim 153
Sindicatos da CUT lançam Revista do Brasil
Boletim 152
Paulo Souto (PFL) processa Emiliano (PT)
Boletim 151
São Francisco do Conde: renda milionária, povo pobre
Boletim 150
Carmem, a nova porta-voz de Paulo Souto
Boletim 149
Justiça acolhe queixas-crime de Emiliano contra jornalista e deputado carlista
Boletim 148
Jovens petistas se unem a Emiliano
Boletim 147
Emiliano na campanha O BRASIL PRECISA DA CAIXA
Boletim 146
Prefeita do PL baiano frauda a Previdência
Boletim 145
Revista Carta Capital quebra o silêncio da mídia e publica grave denúncia de Emiliano contra ACM
Boletim 144
Publicitário testa-de-ferro do senador ACM controla dois portos na Bahia
Boletim 143
Ilê Axé Alaketú Oya Mimi promove cidadania
Boletim 142
E a revitalização do São Francisco?
Boletim 141
Homenagem a Ana Montenegro
Boletim 140
Turma da UNEB homenageia Emiliano
Boletim 139
Souto discrimina de novo 25 mil servidores
Boletim 138
Nova carta aos militantes do PT
Boletim 137
Prejuízo da PREVI envolve Paulo Souto, ACM e FHC
Boletim 136
Governador da Bahia tenta intimidar PT
Boletim 135
Emiliano José (PT) foi dedurado na CPMI dos Correios
Boletim 134
Emiliano escreve aos militantes petistas
Boletim 133
Assassino de Natur está recolhido à prisão
Boletim 132
Dia 4 de fevereiro, festa no Clube dos Médicos
Boletim 131
Dia 4 de fevereiro, festa no Clube dos Médicos
Boletim 130
Deputada do PPS escandaliza portadores de deficiência
Boletim 129
Senador baiano defende calote nos direitos autorais
Boletim 128
Caixa 2 financiou 14 deputados federais baianos
Boletim 127
Jornal de ACM ataca deputado Emiliano
Boletim 126
Assembléia censura discurso de Emiliano
Boletim 125
Deputado quer proibir carvão no São Francisco
Boletim 124
Tarefa principal do PT é reeleição de Lula
Boletim 123
Emiliano será candidato a deputado federal
Boletim 122
Título de Cidadão Baiano para Bob Fernandes
Boletim 121
Bahia pode ter ato contra cassação de Zé Dirceu
Boletim 120
Polícia Militar atira contra Igreja em Itapuã
Boletim 119
Ensino obrigatório de História Afro-Brasileira
Boletim 118
Emiliano lamenta falecimento de Yolanda
Boletim 117
Contrato do Bradesco com governo é ilegal
Boletim 116
Revista denuncia dinheiroduto baiano
Boletim 115
Bahia reduz recursos para rio São Francisco
Boletim 114
500 mil votos revelam que coveiros do PT falharam
Boletim 113
Policiais dizem SIM à proibição das armas
Boletim 112
Emiliano quer diálogo de Lula com bispo de Barra
Boletim 111
Sinjorba, OAB e igrejas relembram Herzog
Boletim 110
Emiliano continua a contar a saga da Galeria F
Boletim 109
Campanha Primavera pela Vida
Boletim 108
PT deu um soco na cara da direita raivosa
Boletim 107
PFL está com o porco nas costas
Boletim 106
França constata poluição em Santo Amaro
Boletim 105
Baianos de Salvador apóiam Lula
Boletim 104
Ex-presos políticos homenageiam Padre Renzo
Boletim 103
41 anos da Feira de São Joaquim
Boletim 102
Emiliano assaltado na BR 116
Boletim 101
Para quem tem memória curta
Boletim 100
Para quem tem memória curta
Boletim 99
Missa em Memória de Elenaldo Teixeira
Boletim 98
PT da Bahia divulga Nota Pública
Boletim 97
Emiliano assume presidência do PT baiano
Boletim 96
Moção de Pesar por Gastão Pedreira
Boletim 95
Site de alunos da FTC conta história de luta de Emiliano
Boletim 94
Prêmio Jaime Wright de direitos humanos
Boletim 93
Universitários baianos pressionam parlamentares
Boletim 92
UFBA quer maternidade de primeiro mundo
Boletim 91
Clodomir Morais faz palestra na UFBA
Boletim 90
Cartilhas politicamente corretas
Boletim 89
Imbassahy fez a desova e viajou para Miami
Boletim 88
Campanha sórdida contra o governo Lula
Boletim 87
Presidente de Angola recebe Emiliano
Boletim 86
Presidente de Angola será Cidadão Baiano
Boletim 85
Patrícia Pillar vai viver Zuzu Angel no cinema
Boletim 84
Homenagem ao craque de futebol Sócrates
Boletim 83
Até dia 17 você pode votar no site de Emiliano
Boletim 82
Site de Emiliano em campanha eleitoral
Boletim 81
Acesse o site de Emiliano e dê o seu voto
Boletim 80
Arquivos que a ditadura não pôde esconder
Boletim 79
Ministros virão para lançamento do livro de Emiliano
Boletim 78
Emiliano lança novo livro dia 17 de março
Boletim 77
Projeto de Emiliano quer resgatar quilombos da Bahia
Boletim 76
CGU descobre fraudes em Serra do Ramalho
Boletim 75
Fraudes em mais três municípios baianos
Boletim 74
Aumenta pressão para abrir arquivos da ditadura
Mais Boletins

 
 
Quem é Emiliano l Mandato l Livros l Imagens l Artigos l Notícias l Contato
Assine nosso livro de visitas
Copyright © 2000-2003 Emiliano José - Todos os direitos reservados