Home
Quem é Emiliano
Mandato
Livros
Imagens
Artigos
Notícias
Boletins
Na Imprensa
Galeria F
Contato

Galeria F - Lembranças do Mar Cinzento (XV)
Publicado em A TARDE em 05/04/2002

Emiliano José

Dentre os presos em Vitória da Conquista em maio de 1964, como relatávamos no capítulo anterior, estavam, ainda, Hugo de Castro Lima, médico, que fora candidato a prefeito pelo PTB em 1962; Ivo Vilaça Freire de Aguiar, funcionário público; Jackson Fonseca, radiotécnico; João Idelfonso Filho, dono de um serviço de alto-falante; José Luiz Santa Isabel, bancário; José Fernandes Pedral Sampaio, prefeito; Juracy Lourenço Neto, comerciário; Lúcio Flávio Viana Lima, bancário, autor de crônicas nacionalistas; Paulo Demócrito Caires, estudante; Péricles Gusmão Régis, vereador; Raimundo Pinto, comerciante; Raul Carlos Andrade Ferraz, advogado, e que mais tarde será prefeito de Conquista e deputado federal; Reginaldo Santos, bancário, diretor de “O Combate”, jornal que apoiava Pedral; e Vicente Quadros Silva Filho, radiotécnico.

Estes foram conduzidos ao ônibus de imediato. Na seqüência, foram presos, ainda, Everardo Públio de Castro, vereador e secretário de Educação do governo Pedral; Anfilófio Pedral Sampaio, irmão do prefeito Pedral Sampaio, funcionário público e suplente de vereador; Camilo de Jesus Lima, poeta, oficial do Registro de Imóveis de Macarani, onde foi preso, e Flávio Viana de Jesus, marceneiro e um dos diretores do Sindicato dos Trabalhadores na Construção Civil.

A maior parte dos presos foi sendo liberada nos primeiros dias. Diferentemente de Atenor Rodrigues Lima, mais conhecido como Badu, do poeta Camilo de Jesus Lima, de Flávio Viana de Jesus, de Franklin Ferraz Neto, Hemetério Alves Pereira, João Idelfonso, Everardo Públio de Castro, Anfilófio Pedral Sampaio, do prefeito José Fernandes Pedral Sampaio, Paulo Demócrito e Raul Ferraz, que permaneceram presos e depois foram enviados para Salvador. Contra estes pesavam as acusações de ora pertencer ao PCB, ora integrar a Frente de Libertação Nacional ou o Grupo dos Onze de Brizola.

A repressão em Conquista foi ampla. O Sindicato dos Trabalhadores na Construção Civil foi fechado, a Câmara de Vereadores (a hora da desforra) cassou o mandato do prefeito Pedral Sampaio e empossou no cargo o vereador Orlando da Silva Leite, eleito formalmente prefeito em junho, pela mesma Câmara. Os meios de comunicação desdobravam-se em elogios ao regime de terror recém-implantado.

Conquista, como município já de relativa importância, contava com uma atuação organizada da esquerda. Falar em esquerda naquele momento histórico é dizer da existência e presença do PCB – o velho e respeitado Partidão. É possível dizer, portanto, que também em Conquista o núcleo pensante e organizador da esquerda, estrito senso, era o Partidão. Pedral, o prefeito, não era do Partidão. Era um simpatizante, mas não tinha ligações orgânicas. Seu irmão, Anfilófio, tinha mais proximidade com os comunistas.

A eleição de 1962 opôs, de um lado, a UDN autoritária e sectária de Gerson Sales e Edvaldo Flores, e uma frente muito ampla de oposição, Pedral como candidato, que saiu vitoriosa. Nessa frente estavam o PSD, ao qual Pedral pertencia, o Movimento Trabalhista Renovador, brizolistas, dirigentes e militantes do PCB, brizolistas e até ex-integralistas, seguindo o registro de Ruy Medeiros. Todos unidos contra a UDN. A esquerda, vista de modo amplo, era composta por militantes e simpatizantes do PCB, por integrantes do MTR e pelos brizolistas organizados no chamado Grupo dos Onze.

Dos que foram enviados a Salvador, pode-se anotar que Flávio Viana de Jesus era, desde os anos 50, um dos mais dedicados militantes do PCB, organizador do Sindicato da Construção Civil; da mesma maneira, Hemetério Alves Pereira, que era o correspondente do jornal “Novos Rumos”, ligado ao partido; ou como Franklin Ferraz Neto, combativo advogado, brilhante orador, e também de notórias ligações com o Partidão. João Idelfonso também era do PCB, Anfilófio Pedral Sampaio era simpatizante assim como Camilo de Jesus Lima. E Everardo Públio de Castro era o mais conhecido comunista da cidade. Com isso se quer afirmar que a repressão tinha um objetivo central que era desarticular o PCB no município, além de facilitar a vindita paroquial.

Anote-se, ainda, que ao final do Inquérito Policial-Militar, foram denunciados apenas Anfilófio Pedral Sampaio, Paulo Demócrito e Everardo Públio de Castro. E condenado, apenas, Castro. E por sua vinculação com o Partidão.

Emiliano José
é jornalista, ex-preso político entre 1970-1974 e autor, entre outros livros de Galeria F - Lembranças do Mar Cinzento, de Lamarca, o Capitão da Guerrilha, e de Marighella, o inimigo número um da ditadura militar (ambos da Editora Casa Amarela). Atualmente é vereador em Salvador, pelo PT. emiljose@uol.com.br (site: www.emilianojose.com.br)

Todos os capítulos - Série 3
Capítulo 40
Waldir Pires
Capítulo 39
Waldir Pires
Capítulo 38
Waldir Pires
Capítulo 37
Waldir Pires
Capítulo 36
Waldir Pires
Capítulo 35
Waldir Pires
Capítulo 34
Waldir Pires
Capítulo 33
Waldir Pires
Capítulo 32
Waldir Pires
Capítulo 31
Waldir Pires
Capítulo 30
Waldir Pires
Capítulo 29
Waldir Pires
Capítulo 28
Waldir Pires
Capítulo 27
Waldir Pires
Capítulo 26
Waldir Pires
Capítulo 25
Waldir Pires
Capítulo 24
Waldir Pires
Capítulo 23
Waldir Pires
Capítulo 22
Waldir Pires
Capítulo 21
Waldir Pires
Capítulo 20
Waldir Pires
Capítulo 19
Waldir Pires
Capítulo 18
Waldir Pires
Capítulo 17
Waldir Pires
Capítulo 16
Waldir Pires
Capítulo 15
Waldir Pires
Capítulo 14
Waldir Pires
Capítulo 13
Waldir Pires
Capítulo 12
Waldir Pires
Capítulo 11
Waldir Pires
Capítulo 10
Waldir Pires
Capítulo 9
Waldir Pires
Capítulo 8
Waldir Pires
Capítulo 7
Waldir Pires
Capítulo 6
Waldir Pires
Capítulo 5
Waldir Pires
Capítulo 4
Waldir Pires
Capítulo 3
Waldir Pires
Capítulo 2
Waldir Pires
Capítulo 1
Waldir Pires
Índice - Série 1 -Personagens
Emiliano José
1 2 3
Theodomiro Romeiro e Paulo Pontes 4 5 6 7
Rui Patterson 8 9 10 11
Carlos Sarno 13 14 15
Airton Ferreira 16 17
Juca Ferreira 18 19  
Jurema Valença 20 21 22 23
Othon Jambeiro 24 25 26 27 28 29
Fernando Alcoforado 30
Índice - Série 2 - Personagens
Sergio Gaudenzi 1 2 3 4
Péricles de Souza 5 6 7 8
Mário Alves de Souza 9 10 11
Everardo Publio de Castro 12 13 14 15
Nudd David de Castro 16 17 19 20 21
Mário Lima 22 23 24 25 26 27 28
Luís Contreiras 29 30 31 32 33

 

 
 
 
Quem é Emiliano l Mandato l Livros l Imagens l Artigos l Notícias l Contato
Assine nosso livro de visitas
Copyright © 2000-2003 Emiliano José - Todos os direitos reservados