Home
Quem é Emiliano
Mandato
Livros
Imagens
Artigos
Notícias
Boletins
Na Imprensa
Galeria F
Contato


Narciso no fundo das galés - combate político através da imprensa, lançado em 1992, esgotado nas bancas, é uma coletânea de artigos de Emiliano José publicados em jornais da Bahia e na Folha de S. Paulo. Aborda diversos temas, entres os quais: democracia, luta pela terra, ordem econômica mundial, leilão das estatais, MST, entre outros.

O conteúdo do livro está integral no site. Clique na imagem para acessar.

 


Lançado em 3 de julho de 2002, em São Paulo, pela Editora Casa Amarela, a mesma que publica a revista Caros Amigos, trata-se da biografia do padre italiano Renzo Rossi. Durante a ditadura brasileira, padre Renzo visitou os presídios políticos brasileiros, levando conforto espiritual e apoio para os que lutavam pelo retorno da democracia e contra o regime militar. Frei Betto assina o prefácio.



Com o título “Don Renzo Rossi: um prete fiorentino nelle carceri del Brasile” (Editora San Paolo), a edição italiana da biografia do padre Renzo Rossi foi lançada em Florença, no dia 5 de dezembro de 2003, com a presença do autor, Emiliano José. O lançamento fez parte do ato solene de entrega do “Premio alla solidarietá” a padre Renzo, concedido pelo presidente da Província de Firenze, Michele Gesualdi.



Este livro é uma coletânea de artigos publicados por Emiliano José no jornal A Tarde, de Salvador (BA), entre 1999 e 2000. Galeria F é o setor da Penitenciária Lemos de Brito, em Salvador, que, durante os anos de chumbo (1964-1984), foi destinada aos presos políticos. No livro, Emiliano revela histórias de lutas, torturas, resistência e esperança dos opositores da ditadura na Bahia. Editora Casa Amarela.



O livro resgata a saga de Theodomiro Romeiro dos Santos, condenado à morte pela ditadura militar, e de comunistas importantes na vida política baiana como Ana Montenegro, Luís Contreiras, Mário Alves de Souza (de Alagoinhas), Everardo Públio de Castro (de Conquista) e Péricles de Souza, dirigente do PCdoB. Também resgata as histórias do militante cristão Sérgio Gaudenzi e do líder petroleiro Mário Lima. Prefácio de Alípio Freire e mensagem do ministro Nilmário Miranda, dos Direitos Humanos, na contracapa. Editora casa Amarela.



Lançado em 1980, em plena ditadura, já está na 16ª edição, revista e ampliada. O livro de Emiliano José e Oldack Miranda realiza um mergulho nos tempos do horror fascista e ajuda a compreender por que a luta pela anistia ampla, geral e irrestrita, pela punição dos torturadores e desmantelamento dos órgãos repressivos não pode ser interrompida: no livro estão os nomes de muitos responsáveis pelos crimes e que hoje circulam com liberdade em postos oficiais. Global Editora.


Biografia do líder guerrilheiro Carlos Marighella, escrita em 1997, o livro reconstrói com farta documentação e testemunhos fatos cruciais da repressão política brasileira no final dos anos 60. A emboscada que culminou com o assassinato de Marighella tem aqui seu relato definivo. O livro ainda percorre a infância do inimigo número um da ditadura e a sua chegada aos grupos que pegaram em armas para combater os militares.


Outros livros escritos por Emiliano
  Imprensa e Poder: Ligações Perigosas   A Constituição de 1988, as Reformas e o Jornalismo de Campanha - no prelo
Imprensa e poder: ligações perigosas
A Constituição de 1988, as reformas e o jornalismo de campanha
Na Internet

 

 
 
Quem é Emiliano l Mandato l Livros l Imagens l Artigos l Notícias l Contato
Assine nosso livro de visitas
Copyright © 2000-2003 Emiliano José - Todos os direitos reservados